Habitats de Inovação

por Henrique José Caribé Ribeiro publicado 30/01/2019 14:46, última modificação 14/02/2019 09:25

Habitats de inovação surgem a partir da percepção da necessidade de aproximação entre dois atores centrais no processo de inovação e empreendedorismo: os desenvolvedores de pesquisa e de desenvolvimento (P&D) e o setor produtivo. São espaços institucionais e diferenciados voltados para promoção e suporte ao desenvolvimento da atividade inventiva.

Nos habitats de inovação há o compartilhamento de informações, conhecimentos e experiências, formando um networking ou uma rede de apoio (ecossistema). O objetivo é permitir minimizar os riscos e maximizar os resultados associados aos negócios com foco no desenvolvimento social e produtivo.

Os habitats de inovação permitem a integração da tríplice hélice, unindo talento, tecnologia, capital e conhecimento para alavancar o potencial empreendedor e inovador por meio de instrumentos adequados de apoio à inovação e empreendedorismo e alicerçada por políticas regionais indutoras de inovação.

Dentre os principais habitats de inovação estão: Cidades Intensivas em Conhecimento, Cidades Inteligentes, Parques (Parques Científicos, Parques Tecnológicos, Parques Científicos e Tecnológicos, Parques de Inovação e Parques de Pesquisa), Polos de Inovação, Pré-incubadoras, Incubadoras, Aceleradoras, Coworkings, Markespaces, além dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs).

Então, agora você já sabe que o Dinov é um habitat de inovação que faz parte do ecossistema de empreendedorismo e inovação tecnológica da bahia.

Quer saber mais sobre os projetos e ações do Dinov? Entre em contato conosco pelo e-mail: inovaifba@ifba.edu.br ou é só ficar antenado conosco pelas redes sociais.